Banner Top

A tradicional Festa de Nossa Senhora do Rosário é uma das mais importantes celebrações da cultura e da fé do povo mineiro. A origem da Festa está na devoção à Virgem do Rosário, santa de tradição cristã e branca, que se transformou em protetora dos pretos em Minas Gerais. Ao longo do tempo os festejos têm destacado pela manutenção das tradições afrodescendentes do Estado pela oralidade, consolidando-se como um lugar de memória que reinventa suas tradições, a cada ano, na realização das homenagens à santa votiva.

Em Campos Altos, a celebração religiosa denominada por seus protagonistas como “Festa de Nossa Senhora do Rosário e de São Benedito” e popularmente conhecida como “Festa do Rosário” ou “Festa do Congado” está em atividade quase ininterrupta há mais de cem anos. Um dos precursores da Festa na localidade foi o Francisco Virgínio, descendente de escravos que morava no distrito de São Jerônimo dos Poções, pertencente a Campos Altos. Na década de 1920, ele se mudou para a cidade de Campos Altos, e, juntamente com o amigo Bernardino José Ferreira, deu continuidade aos tributos comemorativos a Nossa Senhora do Rosário. A partir de então surgiram outras guardas, como por exemplo, as existentes atualmente: “Moçambique Luz Divina”, “Catupé São Benedito” e “Caputé Pena Verde”; e a tradição se mantém viva até hoje, de geração em geração.

Atualmente a “Festa do Rosário” acontece anualmente no último fim de semana de maio, é organizada pelo Grupo Moçambique Luz Divina e pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, com o apoio das outras guardas locais e da Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus. Participam da festa grupos de congado de Campos Altos e de várias outras cidades da região e do Estado. A festividade é sem dúvida uma expressão cultural que se encontra enraizada nas práticas culturais e na vida social dos congadeiros. Os grupos de Congo e Moçambique e outros participantes do evento, refletem em seus comportamentos a memória, a identidade e os valores que permeiam a história e a tradição da Festa que é um dos elementos formadores da cultura religiosa e festiva de Campos Altos.

Por esse valor religioso, histórico e cultural a “Festa de Nossa Senhora do Rosário e de São Benedito”, foi declarada como Patrimônio Cultural Imaterial de Campos Altos no dia 31 de outubro de 2019 pelo Conselho Municipal do Patrimônio Cultural e homologada pelo Prefeito Municipal, Paulo Cezar de Almeida. Tal declaração significa que o poder público municipal atuará em parceria com grupos de congados locais na realização de ações de preservação desse valioso bem cultural à contemporaneidade e gerações futuras. Para fazer esse processo de reconhecimento foi necessário realizar um estudo técnico a respeito da Festa, sendo coordenado pelo Secretário Municipal de Cultura e Turismo, Rideny Ferreira Martins e desenvolvido pela empresa Preserve Arquitetura e Urbanismo, por meio da historiadora, Keila Pinto Guimarães. O referido trabalho foi analisado nos últimos meses e aprovado recentemente pela Secretaria Estadual de Cultura, através do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artísitico de Minas Gerais – IEPHA, no âmbito do programa ICMS Patrimônio Cultural.

Para a capitã regente do grupo “Moçambique Luz Divina”, Cláudia Aparecida Batista Silva, esse reconhecimento da “Festa do Rosário” significa: Uma grande conquista para congadeiros de Campos Altos para manter viva a tradição de seus antepassados. Louvando, cantando e dançando em honra a Nossa Senhora do Rosário e de São Benedito”.

O Secretário Municipal de Cultura e Turismo, Rideny Ferreira Martins, ressalta a importância da “Festa do Rosário” ser reconhecida como patrimônio cultural imaterial municipal: “Através desta iniciativa de valorização e proteção como patrimônio imaterial, asseguramos a salvaguarda dessa relevante manifestação cultural em Campos Altos; pelo seu valor religioso, cultural e histórico, garantindo assim sua permanência e continuidade. Da mesma forma que já temos reconhecida como patrimônio imaterial no município a Corporação Musical Lira Santo Antônio, agora temos a Festa de Nossa Senhora e de São Benedito e consequentemente os grupos de congado”.

O Prefeito Municipal, Paulo Cezar de Almeida, que é o Rei Perpétuo da Festa, também falou da importância deste registro: “O registro da Festa de Nossa Senhora e de São Benedito é um grande reconhecimento da importância religiosa e cultural desta celebração para Campos Altos. Agora o município terá mais maneiras e o compromisso de salvaguardar este patrimônio de nossa cidade”.

0 Comments

Leave a Comment